Um recomeço

Oiiii! Tudo bem?? Espero que sim! =)

Apesar da inércia nos levar durante boa parte da vida, chega um momento em que o ciclo deve ser quebrado pra que então nova energia entre e velha energia se recicle. Porém, saber quando esse momento chegou é a grande questão. Não acredito que exista uma fórmula pra identificar esse momento, e algumas vezes, talvez nas mais importantes, devemos deixar nosso instinto guiar. Claro que confiar no instinto também não é tarefa fácil, e a insegurança por sua vez, é barulhenta. Nessa batalha entre ouvir o instinto ou a insegurança, caso tenham posições opostas, a fé se faz necessária. Logo ela, que tantas vezes fica como última opção, a opção do desesperado, pode servir como juíza num duelo de gigantes.

Tudo aconteceu tão rápido que mal tive tempo de refletir sobre o que estava acontecendo ou sobre o que estávamos fazendo, mas sinceramente, acredito que isso faz parte da nossa essência como casal. Quando decidimos sair do Brasil, entre a idéia inicial e a mudança física, foram mais ou menos 6 meses. Isso que os processos eram bem burocráticos, fora que seria a primeira vez que moraríamos fora do país e que ficaríamos tão longe dos ninhos. Agora pra mudarmos da Irlanda pra Espanha, desde a concepção da idéia até a mudança em si, o tempo foi de aproximadamente 2 meses, talvez menos.
Decisão estando tomada, fizemos um checklist com as tarefas essências a serem feitas antes de partirmos e o foco foi somente nisso, nada de olhar para os lados ou desviar do caminho. Intenso. Tenso. E certo!

Penso se “quem deixa sua terra natal, em outro canto não pára” seria uma possível explicação para a mudança, ou talvez, a busca pela realização de mais sonhos explique melhor. Quando saímos do Brasil tínhamos alguns objetivos e todos foram alcançados, missão dada, missão cumprida…rs Agora temos outros, aumentar a família, aumentar nossos espíritos e aumentar os horizontes. Objetivos ambiciosos e à longo prazo, porém, não mais pressa temos, sinto que a maturidade vem chegando aos poucos, lentamente, sem traumatizar ou assustar, vindo pra ficar.

Mudamos pra Valencia, a terceira maior cidade na Espanha, fundada em 138AC como parte do Império Romano. Cada esquina da cidade tem milênios de história, a beleza é indescritível, o clima é familiar ao de uma vida, a comida é o ápice dos desejos mais ambiciosos. A infraestrutura é de dar inveja à qualquer metrópole, o povo é querido e por todo canto eu enxergo felicidade, mas talvez isso seja mais de dentro pra fora do que de fora pra dentro.

Ainda estamos nos assentando e desbravando, e sinto que isso vai levar um bom tempo. Sentiremos falta de muitas coisas, mas trouxemos a maioria no coração.  A Irlanda foi generosa em nos receber, e aproveitamos o máximo que podíamos enquanto podíamos.

Me sinto em paz, de alma leve e coração tranquilo. E finalizo o post com um pedaço do poema “Mar Portuguez” de Fernando Pessoa:

“…Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.”

Bjo, tchau!

 

Trilha sonora

Jimmy Cliff – I can see clearly now

Advertisements

About Neoma

Sou uma pessoa de bem com a vida, alegre, entusiasmada, atenciosa, otimista, instável...etc! Sou filha, irmã, mulher, amiga! "...faço o melhor que sou capaz, só pra viver em paz..."

2 responses to “Um recomeço

  1. Lara

    Sem Palavras!!! ❤

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: